Segurança Internacional

19 jun

Terrorismo é a chamada política do medo. Trata-se de um conjunto de métodos e ações que visa gerar o medo e a insegurança. Essas ações incluem ataques contra alvos civis e militares. O escopo de técnicas é amplo. Varia entre: atentados suicidas, ataques biológicos, sequestro (de pessoas e aviões), assassinatos, etc.

Segurança internacional em contrapartida é todo um sistema de contenção que busca a diminuição e mesmo o cessamento de tal política.

            O combate ao terrorismo faz parte da agenda das Relações Internacionais do século XXI principalmente pelo advento de outros atores que não os Estados. As organizações terroristas internacionais se enquadram neste parâmetro. O terrorismo tornou-se um problema internacional, por conta de existir um palco mundial cuja a  integração é crescente, facilitando a implementação de práticas terroristas em uma ampla gama de territórios. Ou seja, para atingir o objetivo de chamar atenção para as suas causas e reivindicações políticas, os terroristas podem atacar alvos de seus inimigos em qualquer lugar do mundo.

            As medidas de contraterrorismo mais eficazes são a formação de coalizões, a troca de dados entre os serviços de inteligência internacionais, bloqueio de reservas financeiras e do acesso terrorista ao mercado de capitais, implementação de melhorias no sistema de segurança interno responsável pela proteção de infraestrutura, transportes e acesso à armamentos. Pode acontecer também a necessidade de sanção de leis que restrinjam momentaneamente ou a longo prazo as liberdades individuais em países que queiram prevenir ações terroristas.

            Ações caracterizadas pelo uso da força, como a destruição de instalações utilizadas por organizações terroristas fazem parte de tal bloco de medidas.

            Tecnologias de busca e rastreamento se tornaram parte do cotidiano de uma enorme fatia da população dos países desenvolvidos e em menor escala nos países em desenvolvimento. Essas tecnologias diminui ou restringe a liberdade individual de ir e vir, já que incrementam a capacidade das grandes corporações e dos governos de monitorarem e rastrearem cidadãos alvos de seu interesse, que muitas vezes é difuso.

            Existe um lado benéfico em tal uso. Desde que direcionada à nobres fins. A facilidade de localização, rapidez em busca de informação, são métodos usados para se aumentar a produtividade individual e o poder de realização de cada um.

            O uso da tecnologia por associações terroristas por outro lado é o que maximiza o poder de tais de perpetrar massacres. E isso em escala global. Ataques podem acontecer em caráter de simultaneidade e em escalas inimagináveis no passado graças ao usa da tecnologia para a coordenação e execução de atos terroristas.

            É sabido de todos que grupos terroristas tem a tendencia a aflorar nos ditos “Estados falidos”. Embora não seja regra, existem certas facilidades para o desenvolvimento do terrorismo que só são encontradas tem tais Estados.

Daí então nasce a pressão norte americana e a urgência em se estabelecer um governo central forte no Afeganistão. O Estado que emergiu no vácuo do conflito contra a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas serviu de porto seguro para os terroristas da Al Qaeda e do Talibã.

            No campo da segurança internacional não é necessária a criação de um novo mecanismo ou uma nova entidade. Talvez uma reforma e ampliação do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas seja algo mais representativo e reflita melhor o engajamento necessário para a manutenção da ordem, estabilidade e por fim a paz mundial.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: