Veto!

20 jul

Quando eu comecei a escrever esse post, Rússia e China tinham acabado de barrar uma resolução no Conselho de Segurança da ONU que visava impor alguma ordem ao caos sírio. Agora, pela terceira vez os dois países vetam uma nova ação. Qual a razão dos seguidos vetos de China e Rússia às resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas? Essa é uma pergunta extremamente intrigante, especialmente após a escalada da violência que ocorre na Síria ao longo dos últimos meses.

Li Wijian, escrevendo para o China US Focus explica alguns pormenores chamando atenção para:

1 – China e Rússia legalmente investidas como membros permanentes do Conselho com direito de vetar resoluções nada mais fizeram do que trilhar a tão-amada-pelo-ocidente via democrática;

2 – Somente com relação ao conflito Palestina-Israel, os EUA já vedaram mais de 60 resoluções;

Esses dois fatos demonstram claramente que o jogo de interesses vai muito além do trivial. Não se trata apenas de retratar os dois países asiáticos como os grande vilões e responsáveis pelo impasse.

No entanto, Rússia e China possuem um grande interesse em manter boas relações com o atual governo sírio. A Rússia sabidamente é a maior fornecedora de armas para a Síria, sendo que a indústria de armamentos russa tem contratos com os sírios da ordem de 4 bilhões de dólares, e China e Síria mantém bons vínculos comerciais.

De acordo com o comentarista político Konstantin von Eggert, a Rússia possui um conceito de soberania que difere do ocidental. Para a classe política russa soberania implica que o governo tem todo o direito de reprimir seu povo indefinidamente. O conceito de R2P inexiste para eles.

Já o interesse norte americano e também de seus aliados, está em, ao intervir de forma mais incisiva na questão síria, infligir uma derrota geopolítica ao Irã e também ‘findar’ uma das mais duradouras ameaças ao Estado de Israel.

Rússia e China tentarão, portanto, tornar qualquer ação dos EUA e seus aliados o mais dificultosa possível. Ao passo que a violência continuará a rugir nas ruas das cidades sírias.

Por que a Rússia apoia a Síria? <http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/07/por-que-a-russia-apoia-a-siria.html>. 16-07-2012.

Why China, Russia won’t condemn Syria regime. <http://articles.cnn.com/2012-02-05/middleeast/world_meast_syria-china-russia-relations_1_syrian-president-bashar-al-assad-syrian-government-syrian-regime/2?_s=PM:MIDDLEEAST>. 05-02-2012.

 China’s Motivation for its Veto on the UN Syrian Resolution. <http://www.chinausfocus.com/slider/chinas-motivation-for-its-veto-on-the-un-syria-resolution/>. 21-02-2012.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: