A reconstrução Talibã

24 jan

A situação da missão militar norte americana no Afeganistão se transforma cada vez mais em um poço sem fundo e ganha cada vez mais ares vietnamitas. A guerra que Obama herdou, é auto alimentável.

Apesar do cansaço da sociedade americana ser o resultado lógico e válido após quase 9 anos de embates, é racional sob o ponto de vista da administração Obama o envio de mais tropas ao campo afegão.

O Talibã se fortalece a  cada dia, devido em grande medida, ao acesso que a milícia acaba tendo (por meios ilícitos como a cobrança de propina), aos fundos internacionais que são enviados em tese para financiar a reconstrução do país.

Torna-se portanto evidente que mais do que apenas preencher o deserto com soldados, Washington terá de encontrar maneiras de erradicar os subterfúgios da milícia Talibã no tocante ao acesso irrestrito aos fundos de reconstrução do país, coadunando essa medida ao restante da estratégia de envio de tropas.

Fonte: Time Magazine. Disponível em <http://www.time.com/time/magazine/article/0,9171,1919154,00.html&gt;. Acessado em 23/01/2010.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: